Essays on Albert Einstein

Einstein

[En-US]
Researches about the light are old, really old. Centuries old, I mean, altough they just got significantly developed on the second half of the XVIII century with new findings regarding electromgnetism. The first names to pop out were MaxwellLorentz and Poincaré. Great names that got the deserved attention at the time, but were forgotten for decades.
Only nowadays, with easy information exchange, it's possible to find more details on the history of Physics. Why were those names frogotten? I can assure you it was for reasons like the ones why nobody knows who Antonio Meucci is[1][2], or yet, why I have no idea of the CP/M developers' names[3]. Oh, but Graham Bell and Bill Gates everybody knows. Albert Einstein as well. First and last names, right?
That's the "Einstein" myth.
(...)
In Sicence's story, it's like History: a great deal is told, being structured as common sense and then adopted by historians. Now, where we have the possibility to look up the details and sources are revealed by the sunlight, the facts appear on a totally different way of thos printed on history books.
-Gotthard Barth interviewed by Kawi Schneider[4]

History is molded creating a contrast in such ways that a grey spot on a slightly darker gray background turns into a white stop on a black background. Not a surprise why "it's known" Einstein created (or worse: discovered) the Relativity Theory, being considered a genius with a brain superior to any human being  (though studies proved there was nothing different)[5]. I don't disagree Eisntein had a great intelect, but it wasn't better than any other great mind, like Poincaré's, for instance.
Relativity Theory is not his [Einstein]. It exists for centuries. From Renaissance, of Leonardo Da Vinci, Galileo and Giordano Bruno. The one who made the right calculations was Poincaré.
Einstein's fame is more of his lobby creation than his merit as scientist.
He plagiarized the Relativity Theory.
If you get Whittaker's History of Physics book, you'll see Relativity Theory is credited to Henri Poincaré and Hendrik Lorentz.
-Cesare Lattes interviewed by Diário do Povo[6]

Poincaré

Henri Poincaré was a great mathmatician and scientist. Worked on several areas, such as Algebraic Topology, Abelian Functions, Number Theory, Electromagnetism, diferencial Equations and specially (for this post) Special Relativity. On Wikipedia, it is still given some credits to Poincaré claiming he beated Einstein on some ways, but notifying he did not get the fame[7]. Einstein's paper was published three months after Poincaré'd short paper[8], which was just a slice of the paper[9] he had been working on which concluded his previous calculations.
It is really a shame the recognition is zero. Well, at least it's now possible to understand this photograph.






[Pt-BR]
A pesquisa sobre a luz já é antiga, muito antiga. Refiro-me a séculos de antiguidade, mas realmente só veio a se desenvolver na segunda metade do século XVIII com novas descobertas acerca do eletromagnetismo. Os primeiros grandes nomes que começaram a surgir são de MaxwellLorentz e Poincaré. Grandes nomes que receberam o devido enfoque na época, mas passaram por décadas de esquecimento.
Apenas atualmente, com a facilidade de troca de informações, é possível encontrar mais detalhes a respeito da história da física. Por que esses nomes foram esquecidos? Eu posso afirmar que isso se deve a razões semelhantes de ninguém saber quem é Antonio Meucci[1][2], ou melhor, eu não fazer ideia dos nomes dos desenvolvedores do CP/M[3]. Ah, mas Graham Bell e Bill Gates todo o mundo conhece. Albert Einstein também. Nome e sobrenome, não é?
É o mito "Einstein".
(...)
Na história da ciência, é como na História mesmo: uma grande parte é contada, parte esta formada como opinião comum e então adotada pelos historiadores. Agora, onde nós temos a possibilidade de seguir os detalhes e as fontes se revelam à luz do sol, os fatos aparecem de uma forma totalmente diferente daqueles impressos nos livros de história.
-Gotthard Barth em entrevista a Kawi Schneider[4]

A História se molda criando um contraste tão grande nos detalhes de tal forma que um ponto cinza em um fundo cinza levemente mais escuro se torna um ponto branco em fundo preto. Einstein virou um símbolo, um logo, da física enquanto outros foram simplesmente esquecidos. Não é à toa que o "conhecimento geral" é o de Einstein ter criado (ou pior: descoberto) a Teoria da Relatividade, sendo tratado como um gênio de cérebro superior ao de humanos convencionais (apesar de estudos comprovarem que não havia nada de mais)[5]. Não desacredito em sua capacidade intelectual, mas não era superior a outras mentes, como a de Poincaré, por exemplo.
A Teoria da Relatividade não é invenção dele [Einstein]. Já existe há séculos. Vem da Renascença, de Leonardo Da Vinci, Galileu e Giordano Bruno. Quem realizou os cálculos corretos para a Relatividade foi Poincaré.
A fama de Einstein é mais fruto do seu lobby do que do seu mérito como cientista.
Ele plagiou a Teoria da Relatividade. Se você pegar o livro de História da Física, de Whittaker, você verá que a Teoria da Relatividade é atribuída a Henri Poincaré e Hendrik Lorentz.
-César Lattes em entrevista ao Diário do Povo[6]

Poincaré

Henri Poincaré foi um grande matemático e cientista. Influenciou várias áreas, tais como Topologia Algébrica, Funções Abelianas, Teoria dos Números, Eletromagnetismo, Equações Diferenciais e principalmente (para esta postagem) Relatividade Restrita. Na Wikipedia, ainda se é dado algum crédito a Poincaré dizendo que ele superou Einstein em alguns aspectos, mas citando que este foi quem recebeu a fama[7]. O artigo de Einstein foi publicado três meses após o Short Paper[8] de Poincaré, que era apenas um apertivo em relação ao artigo[9] que ele já vinha desenvolvendo que concluía os estudos previamente feitos.
É realmente uma pena que o reconhecimento seja zero. Bom, pelo menos agora é possível entender essa foto.


"Poincaré gosta de dar a ré", dissera


---
  1. http://seorubs.blogspot.com/2009/12/antonio-meucci-x-graham-bell-por-laudo.html 
  2. http://www.guardian.co.uk/world/2002/jun/17/humanities.internationaleducationnews
  3. http://inventors.about.com/od/computersoftware/a/Putting-Microsoft-On-The-Map.htm
  4. http://www.alfredo-braga.pro.br/discussoes/barth-einstein.html
  5. http://www.depressedmetabolism.com/2008/06/01/albert-einsteins-brain-and-information-theoretic-death/
  6. http://www.alfredo-braga.pro.br/discussoes/cesarlattes.html
  7. http://simple.wikipedia.org/wiki/Henri_Poincar%C3%A9
  8. http://en.wikisource.org/wiki/On_the_Dynamics_of_the_Electron_%28June%29
  9. http://en.wikisource.org/wiki/On_the_Dynamics_of_the_Electron_%28July%29

1 admirable thoughts:

{ Aloisio Nunes } at: 26 September 2011 at 20:47 said...

Tentem em vão, nunca alcançarão Martin B. Aguardo ensaio sobre Plinio Salgado.

Post a Comment

 

Copyright © 2010 • Essays on Logic • Design by Dzignine